Como Fazer Tempero Caseiro para Vender

Como Fazer Tempero Caseiro para Vender

Sendo assim, abre-se muitas portas para o pequeno empreendedor que deseja investir no ramo. As donas de casa, por exemplo, costumam apostar na fabricação deste produto para ganhar um dinheiro extra e pode ser a oportunidade de abrir seu negócio. Portanto, a seguir eu irei lhe mostrar como fazer tempero caseiro para vender em sua cidade!

Tipos de tempero caseiro para vender

O primeiro passo é definir o que você irá produzir, pois é possível fazer diversos tipos de temperos caseiros, então crie uma lista daqueles que você irá fazer, mas sempre verificando em sua cidade o que tem uma maior procura. Aqui mesmo onde eu moro (no interior da Bahia), o mais consumido é o tempero apenas a base de alho e cebola, assim como o tempero de cheiro verde. Porém você poderá produzir outros, como a base de manjericão, açafrão, alho e sal e outros mais.

De qualquer forma, a base para produzir todos os outros temperos é de alho e cebola. Além desses ingredientes, você precisará de óleo e sal para iniciar a produção do seu tempero base. Todos esses ingredientes precisam ser comprados para produzir seu tempero, com exceção do cheiro verde que você poderá plantar em uma pequena horta na sua própria casa.

Aqui mesmo na minha cidade eu conheço uma mulher que faz tempero caseiro para vender a bastante tempo e possui grandes hortas onde produz alguns dos ingredientes para preparar seu produto final. Já quem vai comprar, poderá aproveitar os dias de promoção na central de distribuição de alimentos de sua cidade (feira livre) para comprar estes produtos com preços mais baratos.

Como fazer tempero caseiro para vender

Com todos os ingredientes em mãos, o preparo do produto é muito simples. Você irá colocar o óleo e o sal no liquidificador e ir acrescentando o alho e a cebola aos poucos, pois se colocar tudo de uma vez dentro do liquidificador, certamente ele não conseguirá bater com facilidade. Caso você queira preparar o tempero de cheiro verde, por exemplo, basta acrescentar essa erva no liquidificador e bater tudo junto.

Ao final você terá uma pasta cremosa. Assim é só armazenar em potes de vidro ou plástico (com tampa) e colocar na geladeira para conservar. Um tempero desse tipo tem validade de até 90 dias, porém é recomendo coloca-lo a venda no mesmo dia ou no dia seguinte, pois assim o cliente consome um produto fresquinho e de ótima qualidade. Para entender mais sobre como fazer tempero caseiro para vender passo a passo, recomendo que assista o vídeo logo abaixo, do canal Dicas da Vovó.

Montar um negócio de temperos caseiros

Muita gente não tem aquela ideia de apenas ganhar um dinheiro extra com temperos caseiros, mas querem transformar isso no seu próprio negócio, então aqui vão algumas dicas: Primeiramente defina onde irá trabalhar na produção dos temperos. Obviamente 99% das pessoas começam a partir de casa, utilizando a própria cozinha e os próprios acessórios de casa para preparar seus produtos, no entanto é possível também montar um pequeno espaço para trabalho ou quem sabe até alugar um cômodo apropriado para produção desses condimentos.

Além disso, a sua pequena fabrica de tempero caseiro precisará de alguns acessórios básicos, como um bom liquidificador, utensílios de cozinha, pequenos recipientes, potes para armazenar seu tempero, tampas de alumínio, uma maquina seladora para as tampas, uma mesa de trabalho e uma geladeira para manter os temperos.

Lógico que você não precisa comprar tudo de uma só vez, já que é possível ir trabalhando de forma simples e crescendo esse negócio, porém essa é a estrutura que você precisará para ter um negócio sólido na produção de temperos caseiros. Um outro fator será a legalização, já que assim será muito mais fácil vender seu tempero, então procure o Sebrae para maiores orientações ou formalize seu negócio como MEI (Microempreendedor Individual) através do Portal do Empreendedor.

Como vender temperos caseiros?

O processo de venda costuma ser o mais tradicional possível, já que de inicio as pessoas costumam produzir o tempero para vender no próprio bairro para as pessoas próximas e assim começam faturar uma graninha extra. Por outro lado, você poderá ir além no seu negócio e buscar sacolões, supermercados e restaurantes para fornecer semanalmente os seus temperos. Até porque, se você quer um negócio sólido e lucrativo, o ideal é conseguir clientes fixos, onde possa fornecer seus produtos frequentemente.

A dica para ser um bom vendedor de temperos é a de sempre: Faça um produto de muita qualidade, foque no bom relacionamento com seus clientes e construa uma marca própria para se diferenciar dos demais temperos, afinal essa será uma excelente maneira de ganhar espaço rapidamente no mercado.

Produza um logotipo para seu tempero e coloque sempre as opções de contato colada na embalagem do seu produto, pois isso facilitará ainda mais a popularização do seu negócio. Só lembrando que a partir do momento que sua produção de temperos se tornar um negócio sólido, vai precisar de pelo menos mais uma pessoa para lhe ajudar no preparo dos produtos e outra para embalar e efetuar as entregas.

Vale a pena vender tempero caseiro?

Se não é um negócio para todos os tipos de pessoas, portanto é necessário ter gosto pela área, mas se você conseguiu se identificar com a ideia, poderá atingir bons resultados trabalhando com a venda de temperos. Inclusive algumas pessoas conseguem vender em média 300 potinhos de tempero de 350ml por semana, o que já da para atingir um bom faturamento mensal com seus produtos, porém o lucro será menor quando você trabalha com o fornecimento para lojas revendedoras.

De qualquer forma, é uma oportunidade para começar produzir seu próprio produto, iniciar com baixo investimento inicial e ganhar uma grana extra ou mesmo mais de um salário mínimo por mês. Sim, é possível ganhar um bom dinheiro com temperos caseiros, mas talvez no inicio você não consiga atingir bons resultados, porém se persistir vai conseguir chegar onde tanto quer.

Eu espero que as rápidas dicas sobre como fazer tempero caseiro para vender que eu destaquei aqui tenham lhe ajudado a se inspirar um pouco mais e que possa iniciar seu pequeno negócio o quanto antes, pois é uma grande oportunidade que está em suas mãos!