O Que Vender com essa Crise

O Que Vender com essa Crise

Ainda não sabe o que vender com essa crise? Então hoje eu preparei algumas ideias e dicas para começar lucrar mesmo nesse período ruim da economia brasileira.

Eu não sei se você já ouviu falar no ditado “Enquanto uns choram, outros vendem lenços”. Pois bem, esse serve perfeitamente para ilustrar nossa atual situação, pois enquanto tem um monte de gente reclamando da crise financeira, tem outros buscando oportunidades para vender e lucrar nesse período. Lógico que a vendagem de produtos da uma diminuído, em praticamente todos os setores, mas o verdadeiro empreendedor não pode se abater.

Existem alguns produtos que continuam vendendo bem ou pelo menos não sofreram uma grande diminuição, como outros, então se você está procurando o que vender com essa crise, recomendo que continue lendo para ter melhores inspirações!

É na crise que se ganha dinheiro

Pode parecer um pouco clichê essa frase, mas a verdade é que tem várias pessoas ganhando dinheiro na crise como nunca imaginaram antes, pois a necessidade evidente de buscar uma nova alternativa de renda fez com que muita gente descobrisse oportunidades lucrativas que se tornaram seus principais negócios, mesmo em uma época de queda constante na economia brasileira, de pessoas desempregadas, de empresas falindo e tudo mais. Esses são os verdadeiros empreendedores por necessidade, que foram lá e apostaram em uma ideia própria para superar a crise.

Se você está passando por alguma dificuldade financeira ou quer apenas encontrar uma alternativa de renda, eu preciso lhe dizer também que a venda de produtos não é a única alternativa. Nem todas as pessoas tem habilidade para vendas diretas, mas sabem fazer muitas coisas, então porque não prestar serviços? Existem pessoas ganhando seu dinheiro com serviços diversos, como manicure, depilação, marido de aluguel, jardineiro, limpador de piscina, cuidador de cães, cuidador de crianças e muito mais.

De qualquer forma, a seguir eu selecionei 3 ideias de produtos para vender na crise que continuam tendo uma boa vendagem e essas ideias podem lhe ajudar a encontrar um novo caminho para trabalhar a partir de agora. O lado ruim é que provavelmente você precisará ter um pouco de dinheiro para começar vender algo, mas eu selecionei ideias que exigem pouca grana.

Vender doces e comidas rápidas

Eu já mostrei aqui vários exemplos de pessoas que descobriram o que vender nessa crise através de habilidades próprias, como é o caso da produção e venda de brigadeiros, o incrível bolo de pote, salgados e até mesmo com salada de frutas na rua. Esses tipos de doces e alimentos rápidos tem se tornado a fonte de renda na vida de muita gente e, por incrível que pareça, as vendas são sempre crescentes mesmo em épocas de crise.

Já é cada vez mais comum encontrarmos casos de pessoas que produziram algum tipo de alimento próprio, seja uma torta ou um cupcake, por exemplo, postou fotos nas redes sociais e começaram receber encomendas. Assim, meio que por acaso, várias pessoas acabaram descobrindo opções de produtos para vender por conta própria.

O forte desse tipo de atividade é a venda nas ruas, então você precisará ter determinação para sair vendendo em pracinhas, ruas de comércio popular ou mesmo nas empresas. Existem pessoas que vendem salgados na rua e passam diariamente nas mais diversas empresas todos os dias pela manhã, onde vendem seus produtos para os funcionários que querem fazer um lanche rápido e não tem como sair para comprar na rua.

Vender produtos de beleza

É impressionante como esse setor não tem sentido a crise no mercado atual e alguns donos de lojas de cosméticos e produtos de beleza em geral relatam até mesmo um aumento no faturamento anual, mesmo em uma época ruim nos negócios. O grande motivo para ser um ramo de produtos interessantes para vender em meio a crise é o fator das mulheres não pararem de comprar seus produtos de beleza que tanto gostam.

Então isso abre mercado para quem deseja revender algum tipo de produto, como cosméticos, maquiagens, perfumes, esmaltes e acessórios em geral que as mulheres costumam comprar. Utilizando também as redes sociais você conseguirá atingir uma grande quantidade de pessoas e assim mesclar as vendas entre a internet e o porta a porta, já que esse é o meio mais tradicional para revenda desses produtos.

Vender roupas fitness

Muita gente que chega aqui querendo saber o que vender com essa crise, pensa logo de cara na revenda de roupas, pois é um dos produtos mais tradicionais entre os revendedores autônomos. No entanto precisamos ser sinceros, que essa é uma área já bastante concorrida e para conseguir se destacar é preciso segmentar bastante o seu tipo de roupa que irá vender e as roupa fitness estão muito em alta, então nada melhor que trabalhar com estes produtos.

Se você tem desenvoltura com a revenda de produtos e se identifica com esse público consumidor de roupas do tipo, poderá buscar fornecedores em algum polo industrial e assim começar comprar no atacado. A dica é começar comprando poucas unidades, para ir testando e observando o que tem uma maior procura. Depois é só ir crescendo o negócio aos poucos.

A internet também será uma forte aliada no seu caso e se você for uma pessoa que costuma frequentar academias, poderá vender também para muitos amigos e pessoas conhecidas. Afinal muita gente continua comprando roupas fitness mesmo em um período de crise, como agora.

Encontre o que vender com essa crise

Aqui eu quis apenas lhe mostrar alguns exemplos básicos, porém você mesmo poderá definir o que irá revender por conta própria. Não precisa esperar alguém ditar as regras e dizer o que você deve vender ou não. Então procure algo que você já gostaria de trabalhar e coloque em prática, porque existem pessoas ganhando dinheiro nas mais diversas áreas.

Com certeza será muito melhor vender qualquer tipo de produto, do que não fazer nada e ficar de braços cruzados durante a crise. Então se você gosta de Óculos, por exemplo, porque não comprar óculos de sol para revender em sua cidade? Existem muitos fornecedores no mercado que podem lhe atender e para que você comece sua nova alternativa de renda. Portanto, a minha dica é buscar algo que já se identifique e não levar apenas para o lado financeiro.