Montar uma Banca ou Carrinho de Salgados

Montar uma Banca ou Carrinho de Salgados

A venda de alimentos é um dos mais fortes para investimentos e um dos que mais resistem à concorrência. Não importa muito na verdade se você tem concorrente ou não, pois manter-se na venda de lanches é muito mais uma questão de conquistar a freguesia pelo bom produto que e ser visto no mercado. Não existe muito segredo de como começar, apenas boas ideias e uma seleção do local ideal.

Uma banca de salgados populares trabalha com lanches rápidos adaptados para cada região. No geral é a venda de pastéis de forno ou fritos, coxinhas, pão de queijo, empadas e afins. Incrementação é sempre uma boa ideia, por isso a maior parte dos vendedores deste setor coloca à venda tanto doces como salgados, como bolos e tortas e até agua de coco e batata frita. Frituras na hora depende um pouco de sua estrutura e uma avaliação é necessária. Para bebidas é importante ter uma boa seleção e variedade, ficando com refrigerantes e sucos em igual quantidade.

Fazer ou comprar pronto?

Existem duas formas de construir uma banca de salgados populares. Uma delas é com venda de produtos próprios, feitos em casa. A outra é comprando e revendendo. Fazendo em casa aumenta a sua margem de lucro, mas é preciso compromisso com a compra de matéria-prima, horário de fabricação e garantir a mesma quantidade todos os dias ou poder aumentar quando a freguesia também aumentar proporcionalmente.

Comprando pronto para revenda e com fornecedor de qualidade há a facilidade de ficar com os lucros sem um trabalho constante e poder ampliar o horário de atendimento, uma vez que você não perde tempo com a produção. As duas formas devem ser muito bem avaliadas para garantir o sucesso do empreendimento.

Quais salgados vender?

Siga o gosto do seu público e venda o que a maior parte dos jovens e adultos gosta de comer na rua. Os mais comuns são coxinha, pastel, enroladinho de queijo, de carne ou salsicha e empada. Mini pizzas apenas se possa colocar um micro ondas no espaço. Para complementar você pode pensar na nova onda de saúde e vender saladas de fruta. Doces sempre são bem vindos e tortas salgadas e doces agradam bastante.

Como complementos compre em atacadistas ketchup, maionese e mostarda para oferecer aos clientes. A versão em sachê é um pouco mais cara, então você pode comprar vasilhames para colocar os complementos e deixar que os clientes se sirvam à vontade.

Escolhendo o ponto

Para qualquer tipo de negócio a regra é simples: localização é crucial. Escolher um bom local como ponto de vendas é tão importante quanto os salgados certos para vender ou revender. Os pontos a serem avaliados na escolha do lugar é: próximo a pontos comerciais populares e bem transitados, paradas de ônibus, feiras livres, hospitais, escolas, beira mar da praia, casas de show e festa, igrejas em dias de culto, próximo a festas populares, dentre outros.

O mais importante é pensar em um local com o maior trânsito de pessoas possíveis. A indicação é não montar seu negócio em bairros residenciais a menos que sejam populares e próximos a pontos comerciais fortes. Ruas sem movimento não são um investimento rentável. Pode ter um numero de clientes constante, mas bem abaixo do esperado para chamar seu negócio de lucrativo.

A estrutura banca de salgados populares

A estrutura de sua barraca pode ser de diversos tipos como madeira apenas colocando estufa e forrando o ambiente, barraca de metal com rodas com custo médio de R$ 1.600. Usado ele pode sair pela metade do valor. Estruturas mais bem elaboradas com o acréscimo de máquina para suco de laranja ou caldo de cana chegam a custar R$ 3 mil. Pode ser um pensamento para investimento futuro ou caso possa financiar o valor, comprar e ampliar suas ideias de negócio.

á ainda a soma do capital inicial o valor a ser investido com descartáveis como guardanapo, copos e canudos. A compra ou fabricação de gelo diária pode ser necessária para manter a refrigeração dos líquidos durante uma tarde ou noite de trabalho.

Caso tenha veículo em casa, como é um comércio popular, você pode fazer uma adaptação na mala, livrando-se dos bancos traseiros e colocando estufas para criar um espaço de vendas que pode se movimentar para qualquer lugar. Ainda dá para oferecer música em baixo volume e outros atrativos como levar banquetas para o pessoal esperar ou conversar enquanto espera receber seu salgado.

Pode ainda haver custos da prefeitura para o mercado informal. Locais públicos exigem pagamentos de taxas pelos serviços urbanos. A negociação deve ser feita com a prefeitura de sua cidade e com valor variável. Estude o local antes e pergunte a comerciantes próximos, bem como aos responsáveis da prefeitura de sua cidade.

Como divulgar uma barraca de Salgados populares?

Todo bom negócio necessita de divulgação. E para as pessoas saberem que você existe as vezes é apenas montar a barraca, mas depende do lugar. Em centros comerciais populares a procura é grande, então divulgação não é necessário. Mas caso você sinta uma diminuição ou ausência de clientes, divulgue por meio de panfleto, rádios populares e carrinhos de anúncios. São mídias de baixo custo e ajudam a manter o público informado sobre sua barraca de salgados. Música de médio volume com anúncio tocando na própria barraca também chama a atenção dos passantes e convida a experimentar os salgados.

Concorrência de uma banca de salgados populares

São seus principais concorrentes outras barracas de salgado e restaurantes com preços populares. É importante manter-se distante ao menos 20 metros de cada um dos citados anteriormente, mas diferenciando nos preços e produtos você pode conseguir ficar lado a lado sem problemas. Em diversas cidades o comércio de salgados é lado a lado e há sempre espaço para todos. Um bom exemplo são barracas na praia ou em frente a casa de shows, todas com grande movimento mesmo com a concorrência forte.

Capital inicial para investimento

Montar uma banca de salgados populares é um dos empreendimentos de mais baixo custo, mas varia de acordo com o seu nível de estrutura. Você precisa de uma banca ou ponto comprado, alugado ou repassado, uma estufa para manter a temperatura dos salgados e os proteger de agentes externos (insetos, poeira, variação climática) com custo médio de R$ 300 nova e R$ 200 usada. Você pode encontrar mais barato ainda de alguém repassando o material por não querer mais o ponto.

Dos modelos de negócio para autônomo, este pode ser um dos mais baratos. Você pode não gastar mais que R$ 200 montando a barraca e comprando os primeiros salgados ou investir R$ 3 mil em uma boa estufa ou carrinho para se tornar um vendedor de salgados itinerante. Com apenas R$ 100 e uma banqueta de madeira e salgados sem esquentar, para serem consumidos em tempo limitado, você consegue começar a lucrar e só depois pensar em melhorar o espaço.

Lucros de uma banca de salgados populares

Para a primeira leva de salgados some um valor de R$ 200 em matéria-prima para 20 dias ou R$ 300 para investimento em revenda. O custo pode ser maior ou menor de acordo com o valor dos itens essenciais em sua cidade como trigo, carne e frango. Procure por bebidas em depósitos ou supermercados atacadistas para sair mais em conta a unidade.

O lucro em negócios deste tipo é rápido e constante. Revendo salgados, você os compra por em média R$ 1,50 em grande quantidade e revende cada item a R$ 3 ou mais, dependendo da cidade e do ponto. Em datas comemorativas como o carnaval o lucro pode triplicar por item.

Os custos para fazer um bolo de dois quilos como alternativa doce é de R$ 8 em média. Vendendo por fatia, você consegue cobrando baixo para driblar a concorrência, R$ 2 por fatia, um lucro de 200% por produto. Um bolo rende em média 20 fatias medianas, gerando de vendas R$ 40. Removendo os seus R$ 8 de custos, fica ainda com R$ 32 por produto. Vale ou não a pena? Retorno rápido e se escolher um bom ponto, garantido.

Para uma barraca simples com estufa, barraca e matéria prima, o capital inicial R$ 3 mil para 30 dias de trabalho. É um investimento de médio a longo prazo, no qual você consegue ver o retorno do valor inicial com em média três meses. Podem sim acontecer diversos eventos na cidade e você com sua barraca itinerante, buscar um local legal e conseguir triplicar os ganhos naquele mês, mas não é constante.